narcismo

Narcisismo – sinal de perigo

Narcisismo – a opinião excessivamente positiva a respeito das próprias habilidades prejudica o senso crítico e favorece decisões precipitadas e comportamentos impulsivos, o que pode levar a pessoa a se colocar em situações desconfortáveis ou até mesmo perigosas.

 

Não raro, pessoas com traços narcísicos marcantes se colocam em situações que prejudicam a si próprios. Os resultados de um estudo desenvolvido pelo psicólogo W. Keith Campbell e seus colegas, da Universidade da Geórgia, mostrou que o narcisismo está vinculado à tomada de decisões muitas vezes precipitada – como ao apostar em projetos pessoais de maneira imprudente, baseadas na supervalorização das próprias capacidades. Em outro trabalho, os pesquisadores relacionam a característica à infidelidade e à impulsividade. Pessoas muito voltadas para si mesmas também podem ser propensas à agressão, especialmente após receberem insultos.

Um estudo conduzido pelos psicólogos Brad J. Bushman, da Universidade Estadual de Ohio e Roy F. Baumeister, da Universidade Estadual da Flórida, indicou que pessoas consideradas narcisistas têm grande probabilidade de agir de forma vingativa e intempestiva contra quem acreditam que os ofendeu. Os cientistas pediram a um “falso” participante (na verdade, um pesquisador disfarçado) que criticasse textos escritos por estudantes universitários previamente reconhecidos como indivíduos com traços fortemente narcisistas. As críticas aos trabalhos foram recebidas pelo grupo como grande ofensa pessoal, uma ameaça ao próprio ego, como se a pessoa tivesse sido profundamente atacada e desvalorizada.

O psicólogo Paul Nestor, professor da Universidade de Massachusetts, em Boston, ressaltou que pessoas com características intensas do transtorno de personalidade narcisista têm forte risco de passar por situações de violência, colocar-se em dificuldade financeira pela falta de habilidade de dimensionar riscos e desenvolver transtorno de personalidade antissocial. Todos esses desdobramentos estão relacionados a atos irresponsáveis e, em casos extremos, à prática criminosa.

O OUTRO LADO

Comportamentos autodestrutivos também podem decorrer do desespero de pessoas narcisistas que deixam de ter seu potencial reconhecido pelos outros. Em um estudo, uma equipe liderada pelo psicólogo Aaron L. Pincus, da Universidade do Estado da Pensilvânia, relacionou características do narcisismo patológico com tentativas de suicídio. Dados recentes indicam que quando egocêntricos podem se tornar especialmente vulneráveis, correndo mais risco de machucar a si mesmo, às vezes de maneira inconsciente. Os pensamentos suicidas e, eventualmente, a automutilação poderiam parecer contraditórios para alguém que se valoriza tanto, mas são bastante compreensíveis nesse contexto se levarmos em conta que na base desses sintomas está uma enorme fragilidade psíquica.

Por outro lado, uma pesquisa conduzida pela psicóloga Amy B. Brunell, da Universidade do Estado de Ohio, em Newark, apontou que pessoas com característica narcísica rapidamente emergem como líderes em discussões de grupo e nas redes sociais, apresentando maior probabilidade de alcançar posições de destaque, por sua atitude carismática, propostas eficazes e criativas. O problema nesse caso, é que, dependendo do grupo, líderes excessivamente voltados para si próprios podem inibir seguidores potenciais – e nem mesmo notar que provocam essa reação. O psicólogo Timothy A. Judge e seus colaboradores, da Universidade da Flórida, demonstraram que estudantes de um programa de gestão considerados narcisistas tendiam a se perceber como ótimos líderes, embora outras pessoas não os julgassem tão bem.

As vantagens de ser voltado aos próprios interesses, porém se estendem além da liderança. Um estudo desenvolvido e publicado pelo psicólogo Peter D. Harms e seus colegas da Universidade de Nebraska-Lincoln mostrou que pessoas consideradas narcisistas costumam se destacar em entrevistas de emprego simuladas, geralmente devido à habilidade de se autopromover. Esses resultados estão de acordo com outra pesquisa feita por pesquisadores da Universidade do Sul da Califórnia, segundo a qual pessoas que se destacam como celebridades costumam ter elevado grau de narcisismo, em comparação à população em geral. Considerar esses resultados pode nos levar a pensar que, apesar de a admirável capacidade de autopromoção de narcisistas pretensiosos possa ser incômoda para que os rodeiam, é possível aprender com essa característica. Sustentar-se no centro do universo realmente seja cansativo demais, mas permanecer no controle da própria vida, sem a obrigação de brilhar em tempo integral, pode trazer muita satisfação. (S.O.L e H.A)


Releated

enxaqueca

Enxaqueca é coisa séria!

Durante as crises de enxaqueca, cada batida do coração, que normalmente não seria sentida, dói como uma martelada; odores e imagens podem desencadear o problema.   Talvez seja o seu caso, e provavelmente é o de alguém que você conhece: 10% da população experimenta um tipo específico de dor de cabeça que deixa as outras […]

calorias

Sedutoras calorias

Calorias – o valor energético dos alimentos ativa o sistema cerebral da recompensa tanto quanto o sabor, desencadeando o desejo por determinadas comidas; descobertas devem ajudar no combate a transtornos alimentares e obesidade por Zane B. Andrews e Tamas L. Horvarth Quando comer e quando parar? Se há algo que nos iguala é a fome. […]