Poemas gestuais tratam de amor e loucura

Companhia Dos à Deux apresenta montagem Gritos no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte

Da redação

Encenar três pequenas histórias complexas sobre o amor sem uma única palavra. Essa é a proposta da companhia de teatro Dos à Deux, que apresenta três esquetes do que chama de poemas gestuais em Gritos, montagem que fará turnê pelas sedes no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) no Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo e Belo Horizonte no primeiro semestre do ano. 

A primeira narrativa, Louise e a velha mãe, é sobre uma mulher transexual que cuida da mãe doente, que a rejeita. O muro faz uma clara alusão à loucura: traz um personagem que perdeu a cabeça e tenta recuperá-la de dentro de uma gaiola. Já Amor em tempos de guerra fala de uma mulher que perde seu amante, vítima de um ataque bélico, enquanto faziam sexo.

Gritos. 

CBB Rio de Janeiro. Rua Primeiro de Março 66, Centro. De quarta a domingo, às 19h. Informações: (21) 3808-2020. R$ 20. Até 16 de janeiro.
CBB Brasília*. SCES Trecho 2, Lote 22, Asa Sul. Informações: (61) 3108-7600. De 8 de fevereiro a 5 de março. 
CCBB São Paulo*. Rua Álvares Penteado, 11, Centro. De 10 de março a 24 de abril. Informações: (11) 3113-3651. 
CCBB Belo Horizonte*. Praça da Liberdade, 450, Funcionários. Informações: (31) 3431-9400. De 4 de maio a 12 de junho. 
*Horários e preços dos ingressos a confirmar. 

Para mais sugestões como esta adquira a edição de janeiro de Mente e Cérebro, disponível na Loja Segmento: http://bit.ly/2ifJfyD 


Releated

Preocupação com dinheiro

Preocupação com dinheiro duplica a dor

Preocupação com dinheiro – Estudo relaciona a insegurança emocional e o estresse provocados pela instabilidade econômica instável a maior sensibilidade a sintomas físicos. Poucas coisas causam tanto desconforto quanto não saber quando chega o próximo pagamento. Ou ter a convicção de que o montante a ser recebido não será suficiente para saldar de todas as […]

Podemos aprender a esquecer

Podemos aprender a esquecer?

  Podemos aprender a esquecer? Dispomos de mecanismos de controle que nos permitem esconder ativamente uma recordação; recorrer a esse processo, no entanto, pode prejudicar a memória geral. Se uma panela quente cai do fogão, é muito provável que sua primeira reação seja fazer um gesto para segurá-la, mas no último momento retire a mão […]